A depilação

 

A depilação é o ato de remover os pelos e em algumas regiões do corpo pode ser realizada por motivos estéticos ou então relacionada com a higiene corporal.
É uma técnica muita antiga e as mulheres começam a se depilar já na adolescência, principalmente nas regiões íntimas e nas axilas. Os homens a partir da puberdade tem uma preocupação quase diária em depilar a barba.

 

Hoje, existem diversos tipos de depilação o que nos deixa opções diversificadas. As técnicas de depilação mais comuns são as com linhas e ceras que arrancam os pelos da raiz, o creme depilatório que irá atando dissolvendo os fios superficialmente, os depiladores elétricos que também atuam retirando o pelo da raiz e as famosas lâminas que por meio de raspagem irá retirar o pelo superficialmente e tem duração de cerca de 2 dias.
As técnicas de depilação comum não são consideradas definitivas já que sua eficácia é temporária e logo os pelos voltam a crescer novamente.

 

Tecnologia

 

A evolução da tecnologia permite constantes inovações no mercado estético, principalmente em equipamentos e procedimentos de depilação, tornando assim a técnica cada vez mais precisa e segura para o consumidor e com resultados duradouros, considerados até definitivos.
A depilação a laser e a fotodepilação são consideradas técnicas recentes e muitas vezes seus conceitos são confundidos, mas possuem características e métodos de ação muito distintos.

 

Depilação a laser

 

A depilação a laser, como o nome já sugere, ocorre por meio de um raio laser que é programado para atingir a melanina, uma substância responsável pela coloração escura dos nossos pelos e pele. Esse procedimento possui um raio de luz que tem como função encontrar a raiz do pelo para destrui-la. O raio laser se concentra apenas nos fios não tendo influência alguma sobre a pele.

 

O laser não é indicado para depilação de pelos com baixa de concentração de melanina, ou seja, os pelos brancos ou loiros. Porém, em relação a inovação de técnicas depilatórias, já existem aparelhos específicos em que é se possível manipular a potência e intensidade da luz para peles negras e bronzeadas evitando assim casos de manchas ou queimaduras.

 

Essa técnica é mais potente que uma fotodepilação e chega a eliminar cerca de 80% a 90% dos pelos, se apresentando mais eficaz que os outros tipos de depilação. Apesar de as sessões serem mais demoradas, os resultados são aparentes já nas primeiras aplicações, e devido sua tecnologia e eficácia é mais cara.

 

Mas calma, tem mais…

 

Em relação a fotodepilação, pode ser mais dolorida, apresentando desconforto em relação ao calor do laser. Lembrando que cada indivíduo possui uma sensibilidade diferente na pele.

 

As principais orientações para quem irá iniciar as sessões de depilação a laser é evitar a luz solar tanto antes como depois do tratamento, pois a exposição ao sol pode ocasionar manchas no local da depilação. É importante que se realize uma avaliação médica e com um profissional de estética antes de se iniciar qualquer tipo de procedimento a fim de levantar as informações sobre a saúde da pele e dos pelos e se apresentam adequação para realizar o tratamento.

 

Depilação a laser Fotodepilação são paulo quanto custa

Fotodepilação

 

O tratamento com fotodepilação ocorre por meio de luz pulsada, que diferente do laser, tem a função de atingir não só a melanina, mas também pode atingir vasos sanguíneos e o colágeno da nossa pele.

 

A luz pulsada emite feixes de luz dispersos, que não se concentram apenas no pelo como o laser.
O aparelho que atua por meio de luz pulsada é indicado não só para a depilação, mas também para a remoção de manchas e combate a rugas.

 

Na depilação, pode ser utilizada para a remoção dos pelos de quase todas as regiões do corpo. Essa técnica consegue atingir a raiz a partir da melanina do pelo e o danifica, porém por ser menos potente, pode gerar apenas um afinamento dos fios e não a sua destruição em si.

 

Funciona removendo em torno de 70% a 80% dos fios, e seu resultado dura cerca de 1 ano e é muito comum que os pelos voltem a crescer. O procedimento é considerado menos doloroso e mais barato que o tratamento a laser, e apesar das sessões serem mais rápidas é necessária uma quantidade maior destas.

 

As outras funções da fotodepilação incluem a redução visível de linhas de expressão ou rugas já que pode proporcionar produção de colágeno e elastina, que são dois componentes importantes para se manter a rigidez da pele. Há histórico no tratamento de estrias e na melhora da circulação de vasinhos de sangue, principalmente na região do rosto.

 

Ao optar por realizar uma fotodepilação é importante que se procure um profissional de qualidade, já que o aparelho pode atingir tantos os pelos como a pele, é necessário o ajuste e manuseio adequado para cada tipo de pele para que se evite efeitos colaterais como manchas e cicatrizes na pele.

WhatsApp Bonapele
Enviar WhatsApp